O sindicalista

Eu cá luto pelos direitos dos professores. O facto de que o novo Estatuto da Carreira Docente impõe que eu (ao contrário do passado, em que estava, tal como os meus outros quase 300 colegas sindicalistas, autorizado a não dar aulas e progredia até ao último escalão) exerça a minha profissão – caso contrário não serei avaliado e não progredirei na carreira – em nada pesa na forma aguerrida como eu tenho vindo a opor-me às medidas do Ministério da Educação.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: