A absolvição da fé (6)

Por falar em nazismo, e começando a “fugir” à política e entrar no terreno da religião, recorde-se que a Igreja foi transigente em relação às pretensões anti-semitas alemãs, tendo fornecido os seus registos genealógicos antes e até durante o Holocausto. Mais sintomático ainda é que não são conhecidos casos de criminosos nazis que tenham sido excomungados – já Galileu, por exemplo, teve de “esperar” por 1992 para ser retirado do Inferno e posto no Paraíso, por decreto papal. Ainda falando do nazismo, lembro que as reacções mais comuns no “mundo” muçulmano na sequência do Holocausto foram de admiração pela obra de Hitler e de crítica por este não ter ido ainda mais longe.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: