Cavaco, o visionário

As palavras são de Aníbal Cavaco Silva e foram escritas para a sua intervenção de abertura do Conselho Nacional do PSD de 18 de Novembro de 1989. Embora não tenham chegado a ser proferidas, por Cavaco ter faltado à reunião, vêm referidas na sua Autobiografia Política II (Temas e Debates, 2004, p. 98). 20 anos depois, mais do mesmo.

Custa-me dizê-lo, mas é verdade: há pessoas que estão no partido, não por serem social-democratas, mas só para conseguirem lugares, e alguns deles revelam uma incompetência confrangedora. E se não conseguem o lugar que ambicionam na câmara ou na junta de freguesia oferecem-se, com todo o à-vontade, a outro partido. Há por aí muito oportunismo.
Há também no PSD casos de bunkers, em que os líderes locais procuram perpetuar-se, fechando o partido à entrada de novos militantes ou tentando «cortar a cabeça» àqueles que lhes possam fazer sombra.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: